Centro de Excelência para a Redução da Oferta de Drogas Ilícitas

Balanço 2022: Estudos inéditos e fortalecimento de parcerias marcam ações do CdE

Com a proposta de elaborar pesquisas e análises sobre tendências e ameaças representadas pelos diferentes tipos de tráfico de ilícitos e o crime organizado transnacional, divulgando essas informações para parceiros governamentais, da sociedade civil e da imprensa, o Centro de Excelência para a Redução da Oferta de Drogas Ilícitas (CdE) vem consolidando sua atuação nos cenários nacional e internacional.

Em 2022, o CdE lançou quatro novas publicações: “Monitoramento de Preços de Drogas Ilícitas: Lições aprendidas na Colômbia e possíveis desafios no Brasil”; “Relatório de Benchmarking e boas práticas internacionais na temática da oferta de drogas ilícitas”; “Diagnóstico dos Laboratórios de Química e Toxicologia Forense das Polícias Científicas do Brasil”; e “Dinâmicas do Mercado de Drogas Ilícitas no Brasil – Análise comparativa dos preços de maconha, cocaína e outras drogas em quatro estados”.

Os estudos e relatórios foram produzidos em colaboração com diferentes instituições do governo federal e estados, Polícias Científicas das 27 UFs, Secretaria de Segurança Pública e Polícias Civis e Militares dos estados de São Paulo, Paraná, Pernambuco e Mato Grosso, além de centros de pesquisa, universidades e colaboradores nacionais e internacionais, reforçando o potencial do CdE em construir pontes e tecer uma rede de conhecimento e de parcerias institucionais.

O CdE também colaborou com as publicações “Alerta Rápido sobre Drogas – Informes do SAR 2022”, produzida em parceria com o Comitê Técnico do Subsistema de Alerta Rápido sobre Drogas do Brasil, e “Cocaine Insights 4 – Brazil in the regional and transatlantic cocaine supply chain: The impact of COVID-19”, elaborada pela sede do UNODC, em Viena.

Outro produto especial foi “Curso Introdutório sobre Tráfico de Drogas e Crime Organizado Transnacional”, lançando em novembro. Dividido em três módulos está disponível na plataforma on-line do UNODC (Global eLearning), oferece certificado de conclusão.

Cde em números

As ações do CdE também geraram números positivos neste ano. Foram mais de 8.900 acessos ao site e mais de 150 menções na imprensa, em veículos nacionais e regionais. Nos eventos promovidos, o CdE reuniu 1.973 participantes de forma presencial e on-line, e mais de 500 pessoas em atividades de capacitação e workshops. A visibilidade do Centro também foi ampliada, com crescimento de 114% na audiência das redes sociais e mais de 1.000 interações nestas mídias.

Trajetória

O CdE foi estruturado ao final de 2020 para contribuir com insumos para a criação, o monitoramento e o aprimoramento de políticas públicas sobre a redução da oferta de drogas no Brasil, e resulta de parceria entre a Secretaria de Políticas sobre Drogas e Gestão de Ativos do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senad/MJSP), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

O CdE conta com a expertise da sede do UNODC em Viena e escritórios em diversos países para fortalecer as capacidades estatísticas e analíticas dos atores da segurança pública, além de auxiliar na estruturação de estratégias de cooperação internacional dentro dos temas trabalhados.

Em mais um ano de funcionamento, o Centro se firma no contexto atual a partir de trabalhos e uma abordagem baseados em evidências, acompanhando modelos de maior sucesso no combate ao crime organizado e ao tráfico de ilícitos ao redor do mundo.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish