CdE contribuirá com informações qualificadas sobre a oferta de drogas no país

CdE contribuirá com informações qualificadas sobre a oferta de drogas no país

O governo brasileiro conta, agora, com uma iniciativa que segue os modelos de maior sucesso no combate ao crime organizado e ao tráfico de ilícitos ao redor do mundo.

Amanhã (26), será apresentado o projeto piloto do Centro de Excelência para a Redução da Oferta de Drogas Ilícitas (CdE), estrutura que contribuirá com informações qualificadas sobre a oferta de drogas no país a partir do compartilhamento de evidências científicas sobre os mercados de ilícitos.

Fruto de uma parceria inovadora entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SENAD/MJSP), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), o CdE surge com a proposta de aprimorar e fortalecer as capacidades técnicas das instituições que geram estatísticas sobre a oferta de drogas e o crime organizado transnacional no país.

Parceiros

Para o Secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Luiz Roberto Beggiora, muitos avanços foram obtidos no último ano no combate às drogas, contudo, por se tratar de um país com uma vasta extensão territorial, ainda há inúmeros desafios a serem enfrentados. “A criação do Centro de Excelência trará muitos ganhos para a segurança pública do país. Esse Centro vai possibilitar, entre outras atividades, a realização de pesquisas e análises relacionadas ao comportamento das organizações criminosas responsáveis pelo tráfico nacional e internacional de drogas no Brasil, visando obter subsídios para tomada de decisão nas políticas públicas de redução da oferta drogas, em especial na descapitalização das organizações criminosas através da quebra do fluxo financeiro e do confisco de seus patrimônios”.

De acordo com a diretora do Escritório de Ligação e Parceria do UNODC no Brasil, Elena Abbati, por ser a agência da ONU especializada em controle de drogas e prevenção da criminalidade, o UNODC possui ampla experiência internacional na produção, análise e divulgação de dados, estatísticas e indicadores sobre a temática, bem como na promoção de cooperação entre os países para reduzir a oferta de drogas. “Agregamos à implantação do projeto piloto essa importante referência global e estamos confiantes de que o CdE produzirá conhecimentos relevantes e construirá redes consistentes para combater o tráfico de drogas e o crime organizado no Brasil”, disse.

A Representante Residente do PNUD no Brasil, Katyna Argueta, também reforça o caráter inovador do CdE. “Os estudos e análises a serem produzidos pelo Centro poderão auxiliar a tomada de decisões estratégicas por parte das autoridades e fornecerão insumos para a formulação de políticas públicas cada vez mais eficazes, baseadas em evidências e em linha com a perspectiva de desenvolvimento humano sustentável”.

Pesquisa e análise

A partir de um extenso trabalho de pesquisa e análise, o CdE fornecerá subsídios para instrumentalizar o Ministério da Justiça na elaboração de estudos sobre tendências e ameaças representadas pelo tráfico de drogas e o crime organizado transnacional, e divulgará essas informações a parceiros governamentais, da sociedade civil e da imprensa.

“O Centro conta com a colaboração da expertise da sede do UNODC em Viena e escritórios em diversos países para fortalecer as capacidades estatísticas, analíticas e de monitoramento da segurança pública e traçar estratégias de cooperação internacional dentro da temática”, explica o coordenador do Centro, Gabriel Andreuccetti.
Desse modo, as informações produzidas pelo CdE devem facilitar diálogos dentro do Brasil e com países vizinhos na busca por soluções articuladas, coordenadas e integradas para os problemas associados às drogas e ao crime.

Seminário de lançamento

Para marcar o início das atividades, o CdE realizará, em 26 de janeiro de 2021, a partir das 14h, o Seminário Estratégias para o Enfrentamento ao Tráfico de Drogas Ilícitas e ao Crime Organizado Transnacional. Em formato online, com transmissão pela plataforma Zoom Webinário e tradução simultânea inglês-português, o evento contará com a presença virtual de gestores públicos e especialistas na temática oriundos do Brasil e do exterior.

Após a cerimônia de abertura com uma apresentação institucional do Centro, serão realizados dois painéis temáticos: “O Cenário de Enfrentamento ao Tráfico de Drogas Ilícitas e ao Crime Organizado Transnacional no Brasil: Estratégias, Avanços e Desafios” e “Pesquisas e Análises de Dados como Subsídios para Formulação e Aprimoramento de Políticas Públicas: O que nos dizem as experiências internacionais”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortugueseSpanish